Bruno Lamas quer que a prefeitura custeie material didático do Programa Universidade Para Todos

Bruno Lamas quer que a prefeitura custeie material didático do Programa Universidade Para Todos

Um aluno, incomodado com o problema, confiou a situação ao vereador Bruno Lamas que, de imediato, fez um requerimento solicitando informações sobre o cursinho. Os dados foram fornecidos durante a Sessão Ordinária da Câmara Municipal da Serra, no último dia 14 de setembro.

“É com muito respeito que falo desse programa que tem obtido excelentes resultados na Serra. Em 2010 o curso conseguiu aprovar 200 alunos na primeira etapa do Vest UFES. E na fase final alguns alunos figuraram os primeiros lugares, em diversos cursos. O programa tem hoje 500 alunos matriculados e já chegou a ter 900. Funciona em seis núcleos instalados na Serra. Esses jovens contam com vale transporte e são selecionados via processo seletivo e coordenado pela Secretaria de Promoção Social, custando aos cofres da cidade R$ 56 mil mensais, ou R$ 672 mil anuais”, disse o vereador que ressaltou que o apesar do subsídio do município os alunos ainda desembolsam R$ 120 mil em material escolar.

“Fiz um requerimento, regimentalmente embasado, solicitando que a prefeitura arque com esse custo, pois se trata de um valor muito alto para um jovem carente. Solicitei cópia do contrato com a Fundação Abel de Almeida e diagnostiquei que, neste ano, não está prevista a compra de material didático para os alunos matriculados. O Executivo tem seu prazo legal para responder o meu pedido”, destacou Bruno.

O vereador esclareceu que um programa como Universidade para Todos tem de ser bem feito. “Vamos fazer um projeto indicativo para que o município custeie esse material. Essas são informações preliminares que eu fiquei de passar para o público presente e a todos os internautas que nos acompanham”, finalizou o vereador Bruno Lamas.

Tags:

Leia também

Acompanhe

Carregando...
Ver mais vídeos