Serra pode ter Centro Integrado de Justiça

Serra pode ter Centro Integrado de Justiça

A proposta é resultado de uma reunião, convocada pelo vereador Bruno Lamas, com o presidente do TJES, Pedro Valls Feu Rosa, que aconteceu na tarde desta terça-feira (15) no Tribunal de Justiça do Espírito Santo. O encontro aconteceu na sala da presidência do TJES e teve também a participação dos secretários da Serra, coronel José Carlos Carneiro (Sedes), Márcia Lamas (Educação) e João Felício Scardua (Coordenadoria de Governo); além do vice-presidente do Conselho de Segurança de Jacaraípe, Ricardo Avelar; do presidente da Ases, Sandro Lobato; do líder comunitário de Mata da Serra Diorge Alves Costa e do representante da OABES Eduardo Pandolpho.

O presidente do TJES Pedro Valls Feu Rosa informou que, em até 10 dias, o projeto estará formatado afim de que seja implantado o piloto no município. A prefeitura da Serra sinalizou apoio ao projeto por meio de seu Coordenador de Governo João Felício Scardua. O presidente da Associação dos Empresários da Serra, Sandro Lobato, informou que os empresários da Serra darão total apoio à criação do núcleo.

Na pauta de reivindicações foram debatidos os seguintes temas: Criação de Resolução do Tribunal de Justiça que disponha sobre o impedimento de liberação e reabertura de casas noturnas nos plantões judiciários; Seja criada Resolução deste Egrégio Tribunal no que se refere às medidas cautelares (mandados de prisão, busca e apreensão) para que não sejam enviadas à Central de Mandados - que promoverá celeridade aos processos e dificultará a fuga dos infratores; Sejam direcionados todos os esforços no sentido de viabilizar o funcionamento do 29° Distrito Policial de Jacaraípe todos os dias, durante 24h. Todas as reivindicações foram atentamente ouvidas pelo presidente do TJES que se comprometeu em estudar as propostas. “Ainda que eu atenda os pedidos, será apenas um paliativo, tendo em vista que não resolverá o problema da segurança no Estado”, disse Pedro Valls Feu Rosa.

A reunião deu continuidade a um encontro ocorrido em abril, no 6º BPM, que contou com a participação da cúpula da polícia militar. Deste encontro surgiram encaminhamentos, entre eles o encontro com o presidente do TJES e com o Governador, em data a ser marcada.

Na avaliação do vereador Bruno Lamas a reunião foi acima do esperado. “Lançamos a semente lá trás naquela reunião no 6º BPM agora colhemos os frutos. O desembargador foi muito atencioso ao nos receber no TJES e propondo esse núcleo que dará agilidade aos processos na Serra: uma solução para a morosidade da Justiça” declarou o vereador Bruno Lamas.

Tags:

Leia também

Acompanhe

Carregando...
Ver mais vídeos